top of page
  • adriana453

Maior eficiência e precisão: o impacto dos drones na ampliação da BR-135 pela Itinera Construções e CRASA Infraestrutura

A evolução tecnológica está transformando a forma como conduzimos os projetos de construção civil, e estamos acompanhando todas essas mudanças no setor. Recentemente, na obra de ampliação da BR-135, executada pela Itinera Construções e CRASA Infraestrutura à serviço da Eco135, drones foram incorporados para otimizar o levantamento topográfico e o monitoramento da execução das atividades.

 

Equipados com câmeras de alta resolução, os aparelhos sobrevoam os trechos da rodovia, fornecendo dados precisos e imagens detalhadas. 

 

Durante os voos, bilhões de dados são coletados, resultando em informações precisas para o desenvolvimento dos modelos BIM de Construção Virtual. Com o auxílio de um software fornecido pela empresa Maply, a equipe da CRASA pode processar essas informações de forma rápida e eficiente, permitindo uma análise detalhada da obra.

 

Principais benefícios

 

Os benefícios da utilização de drones para topografia vão desde uma maior otimização do tempo, precisão elevada da coleta de dados, redução significativa nos custos operacionais e até mesmo um mapeamento visual dos avanços nas obras. Além disso, a segurança dos trabalhadores também é aprimorada, uma vez que o acesso a áreas de difícil alcance pode ser realizado de forma remota.

 

“Podemos fazer levantamentos de até 10km por dia, permitindo agilidade na obtenção dos dados e a análise dos mesmos por uma equipe multidisplinar no escritório, sem a necessidade de todos estarem em campo”, explica a equipe de engenharia responsável pelo processo na obra da BR-135.

 

De acordo com a equipe, os benefícios incluem ainda acompanhar se o avanço físico previsto está sendo seguido e o cumprimento das metas estipuladas. “Com esse levantamento também teremos o ‘as-built’ do que foi executado, facilitando a elaboração do check-list, melhorando a entrega técnica e garantindo a completa aferição de todo o processo”.

 

Desafios e expectativas para o futuro 

 

Um dos maiores desafios encontrados durante a implementação, segundo a equipe de engenharia, foi o planejamento dos planos de voo, especialmente em obras lineares como a duplicação da BR 135. No entanto, com a expertise da equipe da CRASA e com o apoio da equipe da Maply, esses desafios foram superados e os processos adaptados à rotina.

 

“Nossa expectativa é ter, no menor tempo possível, acesso aos dados de avanço para que as decisões possam ser tomadas com mais celeridade e assertividade. Esperamos também minimizar o risco de ter algum item executado e que ficou de fora das apurações junto ao cliente, melhorando o recebimento das medições”, complementam. 



 

24 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page