Pontes Estaiadas

Atualizado: 8 de mai. de 2020



Neste artigo iremos abordar um tipo de construção indicado para vencer a distância em grandes vãos, como é o caso das margens de rios ou canais que precisam de um nível de elevação mais alto para a passagem de embarcações. Estamos falando das pontesestaiadas​! T​ambém conhecida como ponte atirantada, é um tipo de ponte suspensa constituída de um ou mais mastros, de onde partem cabos de susten​tação para os ​tabuleiros​ da ponte. Os elementos que compõem as pontes estaiadas são quatro: ​istais (cabos), mastro (cruza os istais verticalmente), ​tabuleiro (onde os veículos transitam) e fundação.​ A direção como são colocados os istais determina o tipo de ponte, podendo ser harpa ou leque. Os cabos da ponte a sustentam puxando para cima e para a frente, o que traz vantagem em relação às pontes pensil por serem mais estáveis quando atingidas por rajadas de vento. Um exemplo de ponte do tipo pensil é a ​Golden Gate em São Francisco (CA, EUA). Estas são parecidas com as estaiadas, entretanto, mais leves e com vãos mais longos e, por essa razão, utilizadas em maiores extensões.

Golden Gate Bridge

Fonte: Pexels.com



Fonte: Engenharia 360


Case Ponte Estaiada CRASA Dentre os grandes feitos da construção civil temos a Ponte Estaiada de Curitiba, no Paraná, localizada na Avenida das Torres entre os ​bairros Jardim das Américas, Hauer, Guabirotuba e Uberaba. A construção foi uma das principais obras realizadas na cidade para a Copa do Mundo 2014. A ponte contempla duas pistas de trânsito em cada sentido, ciclovia e calçadas laterais para pedestres. Começou a ser construída em agosto de 2012 e foi concluída em abril de 2014. O viaduto de 225 metros de extensão consumiu aproximadamente 15 mil m3 de concreto, possui 74 metros de altura do mastro e 21 estais de sustentação. A ponte, de grande apelo estético, foi projetada para solucionar o nó do trânsito na região e faz parte das obras do Corredor Aeroporto-Rodoferroviário. Tornou-se uma bela referência urbanística da cidade!

Fonte: Valdenir Daniel Cavalheiro


Pontes Estaiadas no MUNDO As construções contemplando pontes estaiadas são consideradas recentes na área da construção civil. Historicamente, as primeiras obras com essa técnica começaram a surgir nos anos 60 na Europa, e eram relativamente simples se comparadas às pontes construídas atualmente, uma vez que possuíam apenas 3 cabos. Vamos agora conhecer um pouco mais sobre algumas das mais interessantes obras de pontes estaiadas já construídas. França: Ponte de Millau Conhecida por sua elegância e imponência, a ponte foi projetada pelo arquiteto inglês Norman Foster e pelo engenheiro especializado em pontes Michel Virlogeux. Com 343 metros de altura (19 metros mais alta que a Torre Eiffel) e 2,5 km de extensão, Millau é composta por sete pilares de concreto armado, que sustentam um tabuleiro de 2,5 km de extensão. Este, por sua vez, é formado por oito trechos de aço suportados por cabos estaiados. No total, o projeto consumiu 19 mil toneladas de aço, 5 mil toneladas de aço reforçado para cabos e 85 mil m3 de concreto. Devido à altura e aos ventos fortes que alcançam até 130km/h, as partes da estrutura do tabuleiro tiveram que ser construídas no solo e depois deslocadas de torre em torre até cada seção do tabuleiro.​

Fonte: Mundo Engenharia


CHINA A China concentra as maiores pontes estaiadas do mundo. O país tem domínio nesse tipo de construção e está constantemente mostrando sua supremacia em obras cada vez mais altas, extensas e complexas. Fizemos uma seleção de pontes chinesas e disponibilizamos os links para que possam ser apreciadas em uma visão geral.


1. Ponte Hong Kong - Zhuhai - Macau Vista da Ponte ​Hong Kong–Zhuhai–Macau

A ponte levou 9 anos para ser finalizada e é uma das maiores pontes marítimas do mundo. São 54 km de extensão que beneficiam 11 cidades, reduzindo o tempo de deslocamento como, por exemplo, ​o trecho entre Zhuhai e o aeroporto internacional de Hong Kong, reduzido de 4 horas para 45 minutos!

2. Jiaozhou Bay Bridge Vista da Ponte Jiaozhou Bay Bridge A Ponte Qingdao Haiwan é a segunda mais longa ponte sobre águas salgadas do mundo. Localizada na cidade de Qingdao, na província de Shandong, foi construída em apenas 4 anos.


3. Hangzhou Bay Bridge Vista da Ponte Hangzhou Bay Bridge A ponte reduziu a distância da rodovia entre Ningbo e Xangai de 400 km para 180 km, e também o tempo de viagem de 4 para 2 horas. Com 35.673 km de comprimento, a Hangzhou Bay Bridge está entre as dez pontes transoceânicas mais longas do mundo.

4. DugeBridge Vista da Duge Bridge A ponte Duge é uma ponte atirantada perto de Liupanshui. Quando inaugurada, em 30 de dezembro de 2016, passou a ser a ponte mais alta do mundo, estando a via 564 metros acima do rio Beipan. A ponte cruza o rio na fronteira entre as províncias de Yunnan e Guizhou.

5. Huangpu Bridge

Vista da Ponte Huangpu Bridge Localizada na província de Guangdong, no sul da República Popular da China, atravessa o rio das Pérolas unindo as localidades de Huangpu e Panyu. Esta ponte, cujo comprimento total é de 7.016 metros, é uma combinação de ponte pênsil e ponte estaiada.


6. Runyang Yangtze River Bridge Vista da Ponte Runyang Yangtze River Bridge

A Ponte de Runyang está localizada em Nanjing e cruza o rio Yangtzé. São 35.660 metros de extensão e é a quarta maior ponte do mundo. Sua construção começou em outubro de 2000 e foi inaugurada no dia 30 de abril de 2005. Teve um custo de 5,8 bilhões de Yuans. 7. Donghai Bridge Vista da Ponte Donghai Bridge A Ponte de Donghai, em português " Ponte do Mar Oriental, situa-se na República Popular da China e liga o novo porto da cidade de Xangai, Luchaogang, às ilhas Yangshan, onde está em construção um gigantesco porto de águas profundas com previsão de entrega para 2020.


8. Nanpu Bridge Vista da Ponte Nanpu A Ponte Nanpu (ponte irmã para a Ponte Yangpu) é uma das principais pontes de Xangai. Foi projetada pelo Instituto Municipal de Design de Engenharia de Xangai, pela ​Shanghai Urban Construction College e pelo ​Shanghai Urban Construction Design Institute,​ com assistência do conceituado engenheiro alemão Holger Svensson. Sem sombra de dúvidas o avanço tecnológico foi decisivo para a construção de pontes cada vez mais extensas, complexas e seguras. Os engenheiros sempre souberam que, com os equipamentos certos, TUDO PODE SER CONSTRUÍDO! A CRASA está tecnológica e profissionalmente preparada para concretizar inovações na área da construção civil. Siga nos acompanhando e descobrindo as maravilhas da construção civil no Brasil e no mundo!

90 visualizações0 comentário